Romance, Chorinho e Muitos Pedacinhos do Céu em Belo Horizonte

Sexta-feira passada foi o aniversário da minha mãe. Íamos para um barzinho na Pampulha, mas a chuva não ajudou, pois o lugar era aberto. Acho até que os astros devem ter se conjugado para que isso acontecesse, pois foi a melhor mudança de planos que poderíamos ter tido! Pegamos o telefone e começamos a avisar a todos que estávamos indo a um barzinho chamado Pedacinhos do Céu. Já falei sobre ele aqui. Dei a dica para os namorados que quisessem curtir um chorinho de primeira no dia 12 de junho!
Pois é… Fomos ao Pedacinhos do Céu. Lá é um buteco! Sabe desses que a gente encontra aos montes em Belo Horizonte? Pois é! Comida de buteco mesmo! Carne de panela com pãozinho, bolinho de bacalhau, mandioca com lingüiça e por ai vai! Cerveja gelada é de lei, então nada de frescura! E é justamente isso que faz de lá um lugar especial.
Sabem o que é? A questão é a seguinte: relacionamento amadurece com o tempo, e quanto mais os anos passam, mais a gente enxerga do outro. No final das contas, quando é amor de verdade, não existe mais frescura! A gente ama de todo jeito, com roupa chique ou roupa simples, e mais do que isso, com o tempo passamos a enxergar o tanto que a simplicidade pode ser romântica e rebuscada.
Quem vai ao Pedacinhos do Céu vai encontrar um buteco, mas não é um buteco qualquer. Ao chegar lá o casal vai perceber que aquele lugar simples é tomado por um lirismo ímpar. O nome Pedacinhos do Céu já diz muito sobre o lugar: ele veio emprestado da música Pedacinhos do Céu de Waldir Azevedo, dedicada às suas filhas. Então percebemos logo de cara que o bar, comandado pelo músico Ausier Vinícius, homenageia os grandes poetas da música popular brasileira, em especial, do Choro.
A decoração conta com instrumentos musicais, fotos das celebridades que já passaram por lá e caricaturas que dão um charme boêmio a mais ao ambiente. A música é de qualidade indiscutível e é ela quem molda o clima romântico da noite. Quer coisa melhor do que poesia para apimentar uma noite romântica?
Quem escolhe as mesas próximas ao palco, pode conferir de pertinho os habilidosos músicos que se apresentam por lá. Vale cantar, levantar para dançar: a regra é entrar no clima e curtir a noite! Quem senta mais longe do palco não precisa ficar triste, o lugar é pequenininho e a gente consegue ter uma visão boa do show de todo jeito.
Se o casal gosta muito de música, o bar permite acesso aos visitantes ao acervo do dono. Tudo gira em torno do Chorinho. Existem mais de 800LPs por lá além dos 400 CDs, das 500 partituras, bibliografias, fitas cassete e vídeos. Material imperdível para quem quer conhecer um pouco mais sobre as músicas de raiz brasileiras. Quem disse que programa romântico também não pode ser sinônimo de cultura? Pois é! Pra quem gosta de um bom papo vale também trocar uma idéia com os músicos nos intervalos, eles estão sempre por ali, acessíveis.
O gostoso do Pedacinhos do Céu é que, como já dizia Cazuza, lá temos a sorte de um amor tranqüilo, com gosto de fruta mordida. Sentar pertinho de quem se ama, compartilhar uma cerveja gelada comendo comidinha simples e gostosa, ouvindo música de primeira e enchendo o coração de poesia é de dar arrepios. Vale pedir música! E eu como nunca me faço de rogada sempre peço minhas preferidas.
Então, fica a dica para os casais apaixonados que estão em Belo Horizonte buscando algo diferente para fazer no final de semana. O Pedacinhos do Céu funciona de quinta-feira a sábado a partir das 18h. Despeço-me lembrando os versos de Waldir Azevedo: Afinal, com amor, com fervor e muito apreço, Eu agradeço A grandeza, a beleza e a riqueza do troféu. Julgo-me feliz, pois sempre quis E tudo fiz, para exaltar um grandioso amor E incluir neste chorinho, Entre beijos e carinhos, Pedacinhos lá do céu.
Até a próxima pessoal!
Serviço:
Endereço: Rua Belmiro Braga, 774 Caiçara
Telefone: (31) 3462-2260
Horário de funcionamento: Quinta a sábado, a partir das 18h.
Formas de Pagamento: Cheque, Dinheiro

About Nicole Delucca Linhares

Uma jornalista obcecada pelo lado bom da vida que está sempre em busca de experiências românticas para dividir com o mundo. Apaixonada por comidinhas, pores-do-sol, plantas, livros, cinema, viagens e teatro. É também professora de italiano, cozinheira para todas as horas, filosofa de boteco e, por fim, uma mistura doida de Minas, Itália e Piauí!

1 comment on “Romance, Chorinho e Muitos Pedacinhos do Céu em Belo Horizonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *