Piquenique a dois em Belo Horizonte – os top 5 lugares românticos de BH

O calor começou a chegar à capital mineira, então resolvi criar este post porque aposto que muita gente por ai ainda não parou para pensar que de repente um dos programas românticos mais deliciosos para se fazer, aproveitando a luz do dia, possa ser um bom e velho piquenique.

Vamos lá, agora vai ser em tom de desafio: qual foi a última vez que vocês fizeram isso? Vocês ainda eram crianças? Bom, se eram ou não, vocês me contam depois. Fato é que darei aqui algumas dicas de lugares românticos por onde já fui e aprovei para piqueniques e de quebra vou dar uns toques para que o encontro de vocês seja muito romântico, mesmo sendo à luz do dia no meio de uma praça pública.

Planejamento é tudo!

Antes de enumerar os lugares, acho válido lembrar que por conta do calor, ou o piquenique vai acontecer na parte da manhã, antes do meio dia, ou então aconselho vocês a pensarem em algo mais do meio para o fim da tarde. Particularmente gosto muito de pensar um piquenique a dois de tardinha, tipo umas 15h, 16h. Belo Horizonte é uma cidade privilegiada de paisagens bonitas, não é à toa que tem o apelido de cidade jardim. Juntando essa beleza típica ao fato de estarmos cercados pela Serra do Curral, e considerando que alguns dos lugares mais deliciosos para se fazer um piquenique em BH estão na parte mais alta da cidade, marcar o seu encontro para um finzinho de tarde vai ainda te proporcionar uma bela visão de um pôr-do-sol maravilhoso.
Outra coisa importante de se lembrar, que pode parecer meio óbvia, é a organização mesmo da coisa. Seja de manhã, seja na parte da tarde, não deixem de levar consigo protetor solar. Fora isso, é bacana pensar numa toalha bem bonitinha para estender no chão. Acreditem: não será nada romântico ver aquele lanche delicioso, preparado com tanto carinho, ficar sujo de grama ou terra. Por mais que este seja um encontro romântico, não aconselho muito usarem utensílios de vidro ou louça para essa finalidade. Tirando as taças de vinho, claro! Existem hoje no mercado uma gama bem grande de utensílios plásticos bem bonitos que podem ficar legais na organização do piquenique romântico de vocês e que certamente serão mão na roda na hora de transportar pra cima e pra baixo sem medo que se quebrem.

Lugares Românticos não combinam com sujeira

Vale lembrar ainda que é importantíssimo ter um saquinho com vocês para recolherem o lixo no final. Levem ainda bandejas tipo essas de servir café na cama. Vão ser super úteis para apoiar pratinhos e taças de vinho. Não se esqueçam de um balde com gelo e caso optem por vinho, curtam uma boa champanhe, ou espumante, ou ainda um vinho frisante, ou um belo vinho branco, bem fresquinho, ou ainda um rosê bem refrescante. Esses tipos de vinhos são fáceis de serem combinados com lanchinhos leves e são refrescantes, condizentes com o clima e o horário da festinha a dois. Caso vocês sejam do tipo que amam uma boa cerveja, está valendo! Só não esqueçam do balde de gelo para que ela fique bem geladinha.
Abusem na decoração. Florzinhas naturais do campo ficam lidas enfeitando o cantinho de vocês, e se quiserem, podem levar almofadas. Vai ser mais confortável para vocês se sentarem no chão e dará aquele ar de esmero no preparo do ambiente romântico para vocês. Se quiserem, depois nos comentários, podem pedir dicas de lanchinhos, vou adorar dividir minhas receitinhas com vocês! Mas por alto, sanduiches, tábuas de frios, bolos e frutas frescas são ótimas pedidas.
Dito isso vamos ao que interessa? Nossa! Que complicado levantar assim os 5 melhores lugares para se fazer um piquenique em Belo Horizonte! A cidade em si possui mais de 50 áreas adequadas para a prática do Piquenique, mas agora vou listar aqui quais são na minha opinião os top 5 lugares românticos para se fazer um piquenique em BH. Corro o risco de estar sendo injusta, mas sempre haverá mais um post para que eu me redima de qualquer tipo de injustiça:

Orla da Lagoa da Pampulha e Parque Ecológico:

 


Bom, simplesmente sou suspeita para falar de lá. Sou dos tempos que ainda andava de pedalinho na lagoa aos domingos para chegar à pequena ilha que tinha no meio da lagoa, perto do Iate Clube. Ali na orla a gente vê de tudo: desde pessoas se exercitando, andando de bicicleta, fazendo caminhadas, até os mais boêmios que se refugiam nos deliciosos bares das imediações. Dentro do parque ecológico da Pampulha tem jeito de se fazer Piquenique. O pôr-do-sol ali é belíssimo! BH pode até não ter praia, mas tem a Lagoa da Pampulha que tem um charme à parte e traz esse contato gostoso com a natureza. Vale a pena conferir!

Praça do Papa:


Simplesmente a Praça do Papa é um dos meus refúgios preferidos na cidade. Se estou triste corro pra lá, se estou feliz vou pra lá. É impressionante! Ela está bem coladinha à Serra do Curral e lá de cima você enxerga toda a cidade. Se a ideia for impressionar a cara-metade com um pôr-do-sol estonteante, então esse é um dos melhores lugares para isso. Só perde mesmo para a dica número 3, que fica num ponto um pouquinho mais alto da cidade. Na Praça do Papa existem várias barraquinhas de pipoca e água de coco. Mas aconselho mesmo levar a cestinha do piquenique, sentar na grama e contemplar a vida.

Mirante do Mangabeiras:

Pois é, esse é talvez o melhor lugar de BH para se assistir a um pôr-do-sol. Quem é dos meus tempos de adolescência e juventude e morou ou passou por BH sabe que o Mirante no passado era sinônimo, literalmente, de sexo, drogas e rock n’roll. Mas em 2012 ele passou por um super projeto de revitalização. Ganhou uma administração séria e esses tempos de devassidão descontrolada ficaram para trás. O único inconveniente de lá é que não podemos mais chegar lá em cima de carro. Precisamos estacionar na rua ao lado do portão de entrada e seguir a pé até os deques de onde podemos observar a cidade. Ai você me diz: ahhh Nicole, mas isso vai dar trabalho! Só posso responder dizendo: vale a pena!

Parque das Mangabeiras:

Esse é um dos lugares mais clássicos de BH para se fazer um piquenique. Ele está cercado de um lado pela Serra do Curral e de outro pela vista belíssima da cidade. Dentro do parque existem várias trilhas que caso vocês queiram, vocês podem desbravar. Lá é frequentado por adultos, crianças, idosos, ou seja: encontramos ali de tudo um pouco. Por ser muito grande, é bem tranquilo encontrar por ali um cantinho gramado bem reservado onde você possa montar o seu piquenique sossegado curtindo a vida passar.

Praça da Liberdade: 

Por fim, saindo um pouco do circuito lá de cima das imediações da Praça do Papa, temos a Praça da Liberdade. Esse é outro ponto da cidade pelo qual sou absolutamente apaixonada. A Praça da Liberdade nos anos 1980 abrigava a antiga feira Hippie e era muito, mas muito mal cuidada. Na metade dos anos 1990, ela passou por um processo de revitalização e voltou a ficar linda e florida. O entorno da Praça é efervescência cultural pura: todas as secretarias de governo do estado acabaram virando espaços culturais. Ali também costuma ser palco de shows surpresa, apresentações de teatro e dança. Para os casais que curtem uma efervescência cultural, vale a pena encontrar um cantinho especial ali, esticar a toalha e fazer seu piquenique observando a movimentação local.
Bom, pessoal, por hoje é só! Espero que vocês gostem e já comecem desde já a planejar o piquenique de vocês junto daquela pessoa especial!
Até a próxima!

Serviço:

Lagoa da Pampulha – Parque ecológico da Pampulha: Avenida Otacílio Negrão de Lima 7.111.
Praça do Papa – Avenida Agulhas Negras, s/nº – Mangabeiras
Mirante do Mangabeira – Avenida José do Patrocínio Pontes, 580 –
Parque das Mangabeiras – av. José do Patrocínio Pontes, 580, Mangabeiras
Praça da Liberdade – Praça da Liberdade, s/nº – Savassi –

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *