Receitinha: Panna Cotta Brasileira

Panna Cotta Brasileira

Olá gente! Hoje vou dar aqui para vocês uma receitinha deliciosa que fiz esse último fim de semana. Já tem um tempo que venho querendo postar aqui a receita de Panna Cotta. Não o fiz antes, porque eu estava tentando fazer algo diferente nela. Queria dar um toque de brasilidade nesta receita italiana tão simples e clássica. Foi assim que esse fim de semana, cozinhando para amigos, fiz essa Panna Cotta Brasileira.

Antes de mais nada é importante dizer o quanto esta é uma sobremesa adequada para vocês servirem em um jantarzinho romântico. Não dá trabalho nenhum para fazer, dá pra deixá-la pronta com antecedência e dependendo da forma como a gente a apresenta, ela fica simplesmente linda e elegante. Dá aquela impressão de que realmente tivemos um trabalhão para fazer aquilo!

Panna Cotta Brasileira

Olha que lindeza dentro do pote!

O nome Panna Cotta significa literalmente nata cozida. E como a nata é a matéria prima do creme de leite, dizemos por extensão creme de leite cozido. A receita é muito simples: creme de leite, leite, baunilha e gelatina. Ela faz parte das sobremesas italianas intituladas “Dolce a Cucchiaio”, ou seja: doce para se comer de colherada.

Panna Cotta Brasileira

Uma apresentação linda deste Dolce a Cucchiaio. Ai com frutas vermelhas

A sua origem se perdeu no passado, mas há uma certeza: ela é típica da região italiana do Piemonte, no Norte da Itália, pertinho da França. Inclusive, quem me ensinou a fazer Panna Cotta foi um chef piemontês maravilhoso aqui de BH chamado Roberto Guglielmotto do Espaço Gastronômico Vale do Sol. Fiz um curso com ele de culinária piemontesa uns anos atrás.

Mapa Piemonte

Normalmente a Panna Cotta é servida com caramelo ou caldas de frutas. Em especial vemos com muita frequência ela sendo servida com calda de frutas vermelhas. Como ela tem uma base muito neutra, dá pra brincar bastante com as coberturas.

panna cotta cumaru

Panna Cotta com calda de morango que fiz uns anos atrás

Uma vez, fiz uma calda de romãs para colocar por cima. Ficou deliciosa! Existem ainda caldas a base de chocolate e café que também ficam maravilhosas com a sobremesa!

panna cotta cumaru

Panna Cotta com romãs que fiz para o reveillon de 2012

A Panna Cotta Brasileira

Mas o que faz dessa receita uma Panna Cotta Brasileira é basicamente uma mudança que fiz nela: retirei a baunilha e coloquei o Cumaru em seu lugar. Não devo ter sido a primeira a fazê-lo. Experiências com Cumaru tem sido feitas pelo Brasil e tenho certeza de que essa sementinha já apareceu por ai em sobremesas e pudins (risos). Fora isso, resolvi brincar de verdade com essa história da calda e coloquei nela a redução de uma geleia de Jaca com Umbu que comprei umas semaninhas atrás na Feira Fresca, das meninas do Simplesmente Saudável BH.

panna cotta cumaru

Panna Cotta Brasileira desenformada com as raspinhas de Cumaru lá no topo. Tive a impressão de que todo o Cumaru da receita inteira ficou nessa Panna Cotta ai! Misturem bem antes de colocarem nas forminhas! (risos)

Eu pensei em eu mesma fazer uma geleia de seriguela para guarnecer essa Panna Cotta. Tem um pé imenso dela lá no sítio, e esse ano tivemos muito fruto. Chegamos a fazer vários saquinhos de polpa. Mas eu estava com essa geleinha das meninas aqui em casa, e super curiosa para saber como era o seu sabor. Jaca não é uma unanimidade no mundo, mas eu particularmente gosto muito da fruta. Sendo assim, deixei a ideia da seriguela para outro dia e parti para a ação.

panna cotta brasileira

Seriguela. Lá no sítio tem aos montes. Ficou para testes posteriores.

O Cumaru

O Cumaru é uma semente típica da região amazônica que está ganhando os corações dos chefs renomados aqui no Brasil. Na realidade essas coisas não são muito estranhas para mim. Não sei se já contei para vocês, mas o meu sangue tem uma mistura arretada de Minas com Itália e Piauí. Apesar de aqui em BH não encontrarmos sempre ingredientes típicos do norte, conheço algumas coisas da terrinha. Passeando na Feira Fresca fiquei super feliz por encontrar a MiXtura com aqueles saborzinhos do Norte. Acabei comprando uma latinha de Cumaru para usar nessa receitinha. As sementinhas que sobraram estão sendo transformadas em essência, assim posso aproveitar mais em outros preparos.

panna cotta de cumaru

Sementinhas de Cumaru

Mas vamos lá: o Cumaru não é efetivamente uma fava como a baunilha. Mas o seu cheiro lembra muito. No meu nariz eu sinto o Cumaru um pouco mais amadeirado. Talvez pelo fato de ele ser uma semente, não sei. Ele é muito aromático e seu sabor é marcante. Então não é necessário e nem aconselhável exagerar na dose. A gente pode usá-lo ou em forma de essência, ou então podemos ralar um pouco da semente no preparo, igual fazemos com nós moscada. Foi essa última alternativa que escolhi para a Panna Cotta Brasileira.

Frutas brasileiras: Jaca

Cabe aqui fazer uma menção ao fato de o Brasil ser um país realmente abençoado por Deus quando o assunto são sabores. Eu fico absolutamente encantada com a diversidade que a natureza nos deu de presente: frutas, legumes e hortaliças. Então, quando viajo, um dos meus passeios preferidos e esperados sempre é aquela ida aos mercados municipais ou a feirinhas de rua. Adoro chegar em cidades diferentes e experimentar os sabores locais. Principalmente as frutas.

panna cotta de cumaru

A Jaca, especificamente, não é uma novidade brasileira. Pra falar a verdade ela é uma fruta tropical que se desenvolve em boa parte do sudoeste da Ásia, além dos países da América Tropical. Acredita-se que ela seja originária da Índia. Quando falei para meus convidados do fim de semana que a geleia que acompanharia a Panna Cotta Brasileira seria de Jaca com Umbu, metade dos comensais torceu o nariz. É que a fruta tem um sabor muito acentuado e, de um modo geral, quem a ama, ama muito. Mas quem a odeia, nem passa perto. Consegui convencer alguns a ao menos experimentar. Inacreditável como achei aquilo delicioso! Mas nem todos quiseram se aventurar na novidade, precisei fazer um caramelo comum como opção.

Os carocinhos da Jaca

Frutas brasileiras: Umbu

O Umbu já é uma frutinha com ares menos cosmopolitas. O Umbuzeiro, árvore que produz o fruto, é típico do semiárido nordestino, a caatinga. Isso faz do Umbu da geleia que usei nessa receitinha um ingrediente brasileirinho da gema! O Umbuzeiro é extremamente resistente à seca. Nos períodos de estiagem, quem não está acostumado, pode até achar que ele está mortinho, porque as folhas todas caem. Mas bastam as primeiras chuvas para que ele floresça e os frutos apareçam.

panna cotta brasileira

As frutinhas

Não preciso nem dizer da importância desta árvore para a população local, não é mesmo? Seus frutos, assim como as folhas, são alimentos preciosos. Ambos tem um sabor azedinho.

panna cotta brasileira

Umbuzeiro frondoso

O Umbu tem uma concentração bem grande de vitamina C e é muito usado tanto in natura como transformado em doces, compotas e geleias. No caso da geleinha das meninas, achei que o azedinho do Umbu equilibrou o sabor marcante da Jaca. Ficou muito saboroso mesmo!

Panna Cotta Brasileira

Olha a geleinha das meninas do Simplesmente Saudável BH ai! Reduzi um potinho desse!

Ingredientes

Agora vamos deixar de conversa e vamos aos ingredientes?

Panna Cotta

  • 500ml de creme de leite fresco
  • 150ml de leite
  • 100g de açúcar
  • 1 pacotinho de gelatina em pó sem sabor
  • meia sementinha média de Cumaru ralada (aproximadamente uma colher de chá). .

Redução de geleia de Jaca com Umbu

  • 1 potinho de geleia de Jaca com Umbu (ou a de sua preferência)
  • Água suficiente para reduzir em ponto de calda – como gosto dela mais grossinha, não diluo muito.

Preparo

  • Coloque na panela o creme de leite, o leite, o açúcar e o Cumaru.
  • Ligue o fogo e vá mexendo até que o açúcar se dissolva por completo.
  • Não deixe levantar fervura.
  • Quando o açúcar estiver totalmente dissolvido, desligue o fogo e adicione a gelatina hidratada conforme instruções do fabricante.
  • Misture para que toda a gelatina seja incorporada
  • Agora é só distribuir a Panna Cotta nos potinhos e colocar para gelar por no mínimo 3 horas. Cuidado se forem deixar algum tempo no freezer. Ela pode se congelar. 3 horas de geladeira, sem ninguém ficar abrindo muito a porta devem bastar para potinhos como os da foto.
panna cotta brasileira

Panna Cotta pronta na geladeira

Vocês podem servir a Panna Cotta dentro do próprio pote (o que é mais prático). Neste caso, escolham colocá-la em um pote bonito. Em taças costumam ficar lindas!

panna cotta brasileira

Olha que linda essa Panna Cotta na taça!

Mas, se vocês tiverem talento para desenformar pudins e gelatinas, então podem servir assim, como eu fiz.

Panna Cotta Brasileira

Apresentação final da brasileiríssima Panna Cotta com Cumaru e geleia de Jaca com Umbu

 

E ai? Ficaram com vontade de experimentar e versão de Panna Cotta Brasileira?

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *