Netflix: 5 Clássicos Românticos para Curtir o Feriado a Dois

Digam a verdade: quando o frio bate à porta morremos de preguiça de sair de casa! E não é para menos! Não sei onde vocês moram, mas aqui em Belo Horizonte os termômetros tem chegado a 8 graus de madrugada. E o pior de tudo é que a sensação térmica tem sido ainda mais baixa por conta do vento. Nessas horas, ficar debaixo do cobertor em boa companhia assistindo um filminho é uma excelente pedida, não acham? Eu, ao menos adoro! Por isso resolvi fazer esse garimpo romântico no Netflix.

Eu não quero trazer aqui séries de TV. Posso, no entanto, se vocês quiserem, fazer outro um post garimpando séries que valem uma maratona a dois. Mas hoje eu quero despertar o lado romântico de vocês: vamos lá, meninos! Sei que vocês também amam! O Netflix esse mês disponibilizou um montão de clássicos do cinema e vários deles são filminhos românticos deliciosos! Vamos começar?

Cinco clássicos românticos no Netflix

 

Topa Gun, Ases Indomáveis (1986)

Não sei se a crítica enquadra este filme na lista de clássicos, mas para mim ele é. Acredito que tenha sido neste momento que a mulherada se apaixonou perdidamente por Tom Cruise, que convenhamos: além de estar na flor da idade fez o papel de um perfeito cafajeste apaixonante. Fora isso, não sei vocês, mas eu adoro as tomadas aéreas desse filme. Embora eu tenha um medo louco de altura acho um barato esse mundo da aviação, principalmente a bélica.

A história é simples, recheada amores ardentes e muita adrenalina! Pete “Maverick” Mitchell (Tom Cruise) é um  piloto de caça da Marinha dos Estados Unidos que foi selecionado para participar do curso na Navy Fighter Weapons School ou Top Gun. Lá, ele se envolve com Charlie (Kelly McGillis), instrutora na escola.

Ele é o típico macho alfa, bom de serviço no que faz e extremamente confiante. Ela vive o dilema de ser a instrutora, portanto de ter autoridade sobre Pete, o homem por quem se apaixona.

Fora isso, esse espírito de liderança de Pete o leva a se esbarrar sempre com Ice (Val Kilmer), outro aluno da escola que não se faz de rogado e curte o jogo da rivalidade com o colega.

Quem ai se lembra da cena do primeiro beijo entre Pete e Charlie? A corrida maluca dos dois pela cidade ao som de Take My Breath Away é um clássico!

Ficaram sem fôlego? Pois é: Take My Breath Away ganhou o Oscar de melhor canção original de 1987, além do Globo de Ouro de melhor canção no mesmo ano. Aliás, essa música se tornou um clássico romântico digno de “Good Times” executada pela banda de New Wave americana Berlin. E ai? Curtiram essa primeira dica romântica do Netflix? Fiquem com o trailer, e boa pipoca!

 

Bonequinha de Luxo (1961)

O filme de 1961 baseado no romance homônimo de Truman Capote, estrelado por Audrey Hepburn é um clássico dos clássicos! Perguntem se amei tê-lo achado no Netflix?!

Passeios Românticos em Nova Iorque

Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo de 1961

Muita gente pode nem ligar nome à pessoa, entretanto, é difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido Moon River. Eu, por exemplo, já perdi as contas de quantas vezes a escutei em casamentos!

Bonequinha de Luxo foi uma super produção para a época. O filme custou cerca de dois milhões e meio de dólares fora a quantia paga aos atores. Audrey recebeu 750 mil dólares e entrou para o hall das hollywoodianas mais bem pagas do momento.

O filme conta a história de Holly Golightly (Audrey Hepburn), uma garota de programa que quer se casar com um milionário. A personagem é uma sonhadora que transita entre a inocência e a sua ambição. Quando quer fugir dos problemas ela vai até a Tiffany, joalheria sonho de consumo da moça.

Sua rotina de encontros e festas fica estremecida quando ela conhece Paul Varjak (George Peppard), escritor bancado por uma amante. Em princípio os dois são só vizinhos, mas aos poucos eles se tornam amigos até que o envolvimento fica de fato mais íntimo. Holly, então, reluta a se entregar a esse amor e ir contra todos os seus objetivos e ambições.

O filme é uma delícia e além de a historia ser bem fácil de assistir, ainda temos o charme a mais que somente os anos de 1960 podem fazer por nós. Confiram aqui o trailer!

Uma Linda Mulher (1990)

E aqui o Netflix acerta em cheio mais uma vez! Esse filme arrancou suspiros nos anos 1990 e alavancou a carreira de Julia Roberts.

Se lá em Bonequinha de Luxo falei que todo mundo alguma vez na vida já deve ter ouvido Moon River, o que dizer de Pretty Woman, de Roy Orbson…

Ou It Must Have Been Love do grupo Roxette, clássicos românticos de todos os tempos?

A história é aquela velha receitinha de sucesso de contos de fadas: uma prostituta de Los Angeles, Vivian Ward (Julia Roberts), conhece um milionário, Edward Lewis (Richard Gere) que a contrata como acompanhante por uma semana. Nesse meio tempo ela aprende a ser uma mulher elegante, o acompanha em compromissos sociais e torna-se uma compreensiva amiga. Essa amizade cresce de tal forma que a relação ultrapassa os limites do serviço contratado. Junto a tudo isso nasce  uma paixão que faz com que eles enfrentem as convenções sociais para ficarem juntos.

O filme traz todos os clichês de histórias de contos de fadas que vocês imaginarem. No entanto, mesmo com todos eles acho que ele vale muito a pipoca. Como toda boa comédia romântica que se preze, essa nos arranca sorrisos do rosto e nos brinda com a atuação belíssima de Richard Gere e Julia Roberts. Não há coração de pedra que resista a esse filme! Netflix acertou em cheio com esse filme! Confiram aqui o trailer!

Descalços no Parque (1967)

Podem falar que não estou nem ai! Gosto mesmo de filme antigo! E esse em especial é uma comédia romântica deliciosa! Em primeiro lugar há que se dizer que Jane Fonda está deslumbrante neste filme. E seu par romântico não fica atrás: Robert Redford está lindíssimo também!

Assim como Bonequinha de Luxo, a história de Descalços no Parque se passa em Nova Iorque. Já falei aqui no blog o quanto acho essa cidade romântica! As cenas iniciais, então, são em um dos lugares mais românticos da cidade! Os recém-casados estão em uma charrete no Central Park indo romanticamente para o hotel onde passarão a lua de mel.

O filme é muito leve: mostra como esse casalzinho está se virando para se ajustar à nova vida dentro de um apartamento pequenino em Greenwich Village. Paul (Robert Redford) é um jovem advogado em início de carreira, Corie (Jane Fonda) é uma libertária romântica que não quer que nada estrague a sua felicidade. De repente, doses cavalares de vida real caem sobre as suas cabeças. Eles entram em choque com um vizinho excêntrico (Charles Boyer) que Corie queria que namorasse a sua mãe (Mildred Natwick). Os cinco lances de escada para chegar ao apartamento do casal são risadas à parte. Vale muito a pipoca, gente! Confiram aqui o trailer!

Sintonia de Amor (1993)

Sintonia de Amor é sem dúvida alguma um dos filmes mais fofos dentre as indicações de hoje. Estrelado por Tom Hanks e Meg Ryan, esta comédia romântica, de certa forma, trata de uma temática bem atual. É que talvez a geração Y não saiba ao certo como é que as pessoas faziam para se conhecer em tempos anteriores à internet e aplicativos de encontros.

Netflix

Sam (Tom Hanks) se muda para Seattle com o filho (Ross Malinger) após a morte de sua esposa. Passados um ano e meio do luto, o garoto se preocupa e quer que o pai tenha uma nova companheira. Assim, ele decide telefonar para um programa de rádio chamado Sleepless in Seattle (Insones em Seattle) para pedir ajuda nessa empreitada. Coagido pelo garoto, ao vivo no ar, Sam conta a sua história. A partir daí ele passa a receber cartas de apoio e de pretendentes vindas de todos os cantos dos Estados Unidos.

Do outro lado do país, enquanto dirigia de madrugada, Annie (Meg Ryan) escuta a história de Sam e se apaixona por ele, apesar de ser noiva de outro homem. Dá-se assim início a uma história de amor construída à distância através de correspondências.

Não vou falar mais sobre o filme. Gosto tanto dele que é capaz de eu dar aqui mil spoilers para aqueles que ainda não o viram. Assistam e apaixonem-se! Segue o trailler.

Espero que amem essas dicas de hoje! Semana que vem trago mais indicações legais de filmes no Netflix!

Até a próxima!

About Nicole Delucca Linhares

Uma jornalista obcecada pelo lado bom da vida que está sempre em busca de experiências românticas para dividir com o mundo. Apaixonada por comidinhas, pores-do-sol, plantas, livros, cinema, viagens e teatro. É também professora de italiano, cozinheira para todas as horas, filosofa de boteco e, por fim, uma mistura doida de Minas, Itália e Piauí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *