Férias a dois em BH: Programação gratuita no MIS Cine Santa Tereza

Férias a dois em BH

O ano de 2019 chegou e o Lugares Românticos também está retornando à ativa a todo vapor! E a dica de hoje vai para aqueles que vão curtir as férias a dois em BH. A cidade tem vários lugares gostosos para passear e curtir bons momentos junto de quem se ama. O fato de muita gente estar viajando agora ajuda ainda mais a fazer dessa experiência algo especial. Quem não adora passear pelas ruas vazias? Pois é! A meu ver essa é uma das melhores épocas para se explorar BH, apesar das chuvas. Nada como turistar na cidade, não é mesmo?

Viaduto Santa Tereza – BH

Férias a dois em BH para cinéfilos

Ao longo deste mês trarei aqui ideias de coisas legais para quem for curtir as férias a dois em BH. Hoje, portanto, começo com uma dica para casais cinéfilos. Primeiramente, antes da dica eu quero saber: Vocês conhecem o MIS Cine Santa Tereza? Pois bem para quem não o conhece, ele é um cinema de rua vinculado ao Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte, antigo CRAV (Centro de Referência Audiovisual). A gestão dele é feita pela Fundação Municipal de Cultura de BH, por isso ele é PÚBLICO e GRATUITO.

Foto de divulgação

Lá dentro há uma sala de exibição digital e uma biblioteca pública com livros tanto de literatura em geral quanto especializados em cinema. Além disso, eles possuem uma variedade de materiais audiovisuais que resgatam a memória do nosso cinema. Fora a sala de exibição e a biblioteca, no MIS Cine Santa Tereza há ainda um espaço multiuso. Lá acontecem mostras de arte e eventos em geral, sempre dialogando com o universo audiovisual.

Foto de divulgação

O Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte

Como eu disse anteriormente, o MIS Cine Santa Tereza é vinculado ao Museu da Imagem e do Som. Ele retornou à ativa na cidade em 2016. Já o Museu da Imagem e do Som surgiu como tal em 2014. No entanto, a sua história começou nos anos 1980, quando pesquisadores, cineastas, estudiosos e artistas discutiam a possibilidade de se criar uma instituição pública para cuidar da preservação audiovisual de BH. Em 1989 nascia assim a Fundação Museu da Imagem e Som. Essa foi a base para a criação do Centro de Referência Audiovisual, o CRAV, em 1995.

Museu da Imagem e do Som – Foto de divulgação

Foi, portanto, a partir deste patrimônio que nasceu em 2014 o nosso Museu da Imagem e do Som. O seu objetivo é garantir acesso aos acervos audiovisuais importantes da produção local, e além disso, eles trabalham também com a preservação, a pesquisa e a divulgação deste material.

Cinema gratuito

Em 2016 o MIS Cine Santa Tereza surgiu como espaço cultural para potencializar ainda mais as atividades do museu. É que o espaço de lá permite a produção de eventos maiores. Além disso, eles fazem também exibições diárias de filmes gratuitos para os amantes da sétima arte da cidade.

MIS Cine Santa Tereza – foto de divulgação

A sua programação resgata filmes clássicos tanto brasileiros quanto estrangeiros. Além disso, eles privilegiam a exibição de filmes que estão fora do circuito comercial de cinema. Trazem produções locais aqui de BH e do Brasil, e apostam também em filmes alternativos produzidos no mundo todo. Todas essas exibições são gratuitas e para a retirada dos ingressos precisamos somente chegar 30 minutos antes do seu início.

A sua história

O Cine Santa Tereza é hoje um prédio tombado pelo Patrimônio Histórico da cidade. Ele foi projetado pelo arquiteto italiano Raffaello Berti e inaugurado em 1944. Vale lembrar que nesta época o bairro ainda tinha uma presença muito forte de italianos que vieram para BH ajudar na sua construção. A sua arquitetura tem fortes características da Art Décor. Com a perda do prestígio dos cinemas de rua, o Santa Tereza acabou se tornando por anos uma casa de shows. Isso foi até o ano de 2003, quando a Prefeitura de BH comprou o edifício.

Cine Santa Tereza antes da restauração – Foto de divulgação

No entanto, as obras de revitalização da casa ainda demorariam 10 anos para começar. Hoje, no entanto, podemos contar com esse espaço cultural que além de ser extremamente charmoso e estar em uma das regiões mais gostosas da cidade, ainda nos possibilita curtir um cineminha à moda antiga. Só eu acho isso super romântico?

Férias a dois em BH: Vale também uma visita ao MIS

Então, já que falei aqui sobre o Museu da Imagem e do Som, deixo também essa dica. Além de curtir os filminhos que vou indicar no post de hoje, acredito que aqueles que amam cinema poderão gostar também de visitar ao Museu da Imagem e do Som, que fica na Avenida Alvares Cabral. Estão vendo só? Mais um programa bacana para quem for curtir as férias a dois em BH.

Foto de divulgação

O Museu da Imagem e do Som tem hoje um acervo de mais de 90 mil itens guardados em salas climatizadas. Eles estão disponíveis para consulta mediante agendamento prévio. Além disso, eles tem por lá exposições fixas e temporárias que contam a história do nosso cinema. Todo esse patrimônio é cuidado por uma equipe multidisciplinar com técnicos em museologia, conservação e história do cinema.

O MIS Cine Santa Tereza nas férias – Mostra Geleia Geral

Pois bem, voltando à dica para quem vai curtir as férias a dois aqui em BH, o MIS Cine Santa Tereza está com uma programação deliciosa de filmes brasileiros agora em janeiro. A mostra em questão chama-se “Geleia Geral” e começou esta semana. Os filmes selecionados para a exibição são produções brasileiras com temas diversos. Eles trazem a história da nossa cultura, nossos conflitos, nossa identidade e tradição.

Cartaz do filme Macunaíma – Foto de divulgação

Aqui vocês poderão escolher desde documentários sobre músicos como Wilson Simonal (É Simonal, 1970, de Domingos de Oliveira) até filmes excepcionais que estão inclusive na lista dos melhores filmes nacionais de todos os tempos segundo a Abraccine como o Marvada Carne, do cineasta gaúcho André Klotzel lançado de 1985 e o Macunaíma, de Joaquim Pedro Andrade de 1969.

Cena de A Marvada Carne – Foto de divulgação

Os filmes

O primeiro filme da mostra foi Diário de Naná, documentário de Paschoal Samora lançado em 2006. Aqui, a percussionista Naná Vasconcelos fala sobre a música e a cultura do Recôncavo Baiano a partir de encontros com pessoas que usam o ruído para criar música. A sua pesquisa tem foco na música local ligada à religiosidade.

Foto de divulgação

Já hoje, dia 3 de Janeiro, o filme exibido é o delicioso Durval Discos. Essa é uma comédia de Anna Muylaert lançada em 2002. A trama gira em torno de Durval, um rapaz que mora com a mãe no mesmo local onde funciona a sua loja de discos. Por causa do cansaço da mãe, eles contratam uma empregada que de repente desaparece e deixa para trás uma menina e um bilhete. Daí pra frente não vou mais contar o filme, ele é divertidíssimo!

Foto de divulgação

As exibições acontecem diariamente às 19:30h. A retirada dos ingressos acontece sempre 30 minutos antes das exibições e está condicionada à lotação do cinema. Aqueles que quiserem conferir a lista completa dos filmes em exibição, podem clicar aqui!

Um resgate da cultura de cinemas de rua

Uma das coisas mais legais que acho deste programa romântico para quem vai curtir as férias a dois em BH é o fato de se sair de casa para curtir um cineminha de rua. Parece bobagem falar isso, mas eu tenho a certeza que ultimamente muita gente não deve entender o romantismo dos versos do Skank quando eles dizem que querem curtir um filme à toa no Pathè na música “Tão Seu”.

Segundo um levantamento feito pela produtora  Luiza Therezo e pela publicitária Natália Meira, BH já teve mais de 200 salas de cinema de rua entre 1930 e 1999. Elas mantém uma página colaborativa no Facebook para tentar manter acesa essa memória, pois muitas dessas salas acabaram sendo demolidas ou funcionam hoje com outras finalidades.

Cine Brasil – Foto de divulgação

O MIS Cine Santa Tereza faz parte dessa história. Ele está em um dos bairros mais charmosos de BH, o Santa Tereza. E para ser mais específica, ele fica no miolinho pulsante do bairro, bem ali na Praça Duque de Caxias. Portanto, depois de curtir um cineminha, o programa a dois pode seguir adiante. Acho que não preciso nem dizer isso pra quem é de BH, né, mas nas imediações da Praça Duque de Caxias existem vários bares e restaurantes charmosos.

Praça Duque de Caxias, bairro Santa Tereza

Convite para um namoro a moda antiga

Finalizo aqui lembrando a vocês que é sempre uma delícia voltar ao passado e curtir esse romantismo nostálgico. Um namoro a moda antiga de vez em quando (ou de vez em sempre) é sempre bem vindo!

Escolham um filme, comprem a pipoca e não percam a oportunidade de vivenciarem essa experiência de estarem juntos no “escurinho do cinema, chupando drops de anis”, como dizia a música de antigamente. O festival Geleia Geral vai até o dia 31 de janeiro. Apareçam lá e depois me contem o que acharam!

Até a próxima!

Serviço

MIS Cine Santa Tereza

Endereço: Rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza.

Telefone: (31) 3277- 4699

Funcionamento: Terças a Sextas, das 10h às 21h – Sábados e Domingos, das 16h às 21h.

Programação de Janeiro do cinema

Museu da Imagem e do Som

Endereço: Avenida Álvares Cabral, 560 – Centro

Telefones: (31) 3277-4131/ 3277-6330

Funcionamento: Segundas, quartas, quintas e sextas das 9h às 18h. Terças das 9h às 21h – Sábado e domingo fechado.

Leiam aqui mais Dicas e Eventos

About Nicole Delucca Linhares

Uma jornalista obcecada pelo lado bom da vida que está sempre em busca de experiências românticas para dividir com o mundo. Apaixonada por comidinhas, pores-do-sol, plantas, livros, cinema, viagens e teatro. É também professora de italiano, cozinheira para todas as horas, filosofa de boteco e, por fim, uma mistura doida de Minas, Itália e Piauí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *